Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus realiza aula inaugural de projeto de extensão em unidade prisional
Início do conteúdo da página Notícias

Campus realiza aula inaugural de projeto de extensão em unidade prisional

Projeto oferece aulas para internos que vão prestar o Enem para Pessoas Privadas de Liberdade, em dezembro.
  • Assessoria de Comunicação, com informações do campus
  • publicado 07/11/2019 17h20
  • última modificação 07/11/2019 17h20

Foi realizada esta semana a aula inaugural do Projeto de Extensão intitulado “Enem no sistema prisional: ressocialização e inclusão pela via da Educação”, promovido pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Presidente Dutra, em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária do Maranhão, no município de Presidente Dutra.

O objetivo do projeto é oportunizar o acesso da população em situação de privação de liberdade a processos educativos de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade – Enem PPL, que será realizado em dezembro de 2019, de modo que os inscritos logrem êxito no certame.

A iniciativa reforça o papel de responsabilidade social do IFMA Campus Presidente Dutra, visando ainda melhorar a autoestima e elevar o número de participantes aprovados e com possibilidade de acesso ao ensino superior no sistema carcerário maranhense.

As atividades funcionarão na modalidade de extensão e contemplarão as áreas do conhecimento exigidas no Enem PPL. As aulas terão por objetivo possibilitar aos participantes revisões dos conteúdos de cada área do conhecimento, realização de simulados e ainda debate sobre temas de redação, totalizando 76 horas de atividade.

O professor Canuto Diógenes Saldanha Neto iniciou as atividades docentes, ministrando conteúdos de Sociologia. Segundo ele, “os alunos se mostraram muito participativos e com muita esperança que suas vidas se transformem para melhor através da via educacional. Foi uma experiência muito enriquecedora tanto para mim quanto para os participantes. A expectativa é que possamos cada vez mais democratizar o acesso ao IFMA visando contribuir de forma protagonista com a transformação social”.

O diretor adjunto da Unidade Prisional de Presidente Dutra, José Matias de Alcântara Gomes Júnior, ressaltou a relevância do projeto dizendo: “É preciso sensibilizar a população carcerária para a importância desses projetos e atividades, investir em educação de detentos é fator de humanização e inclusão na sociedade”.

 

Saiba mais

O Enem PPL é direcionado às pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade; também visa a avaliação do desempenho escolar ao final da Educação Básica e o acesso à Educação Superior, além de contribuir para elevar a escolaridade da população prisional. Desde 2011, é realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em parceria com Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça e Cidadania (DEPEN).

De acordo com o DEPEN (2016) existe no Brasil 726.712 pessoas privadas de liberdade e este número cresce a cada ano. Em 2019, 46.163 detentos participarão do Enem PPL, evidenciando um crescimento de inscritos, comparado aos anos anteriores.

No Maranhão, a população prisional conta com 8.835 presos distribuídos em 41 estabelecimentos prisionais (DEPEN). Em 2018, 838 presos foram inscritos no Exame, tendo a aprovação de 431 participantes.

A Unidade Prisional de Ressocialização de Presidente Dutra é considerada um estabelecimento de pequeno porte, conta com 78 presos atualmente, sendo que 12 presos estão inscritos no Enem PPL 2019.

Na tentativa de auxiliar este processo de tornar essas pessoas aptas a (re)construírem sua trajetória, numa via de oportunidades junto à realização do Enem PPL, atendendo às suas exigências com novas formas de pensar e interpretar o conhecimento e o mundo é que cabe aos IFMA propor projetos de extensão desta natureza, auxiliando os participantes a lograrem êxito no Exame.

Fim do conteúdo da página